Publicado por: Paulo Ricardo Nascimento | dezembro 4, 2009

Por Cleice Maciel

Os encontros de outubro foram voltados aos estudos teóricos sobre o teatro com bonecos e técnicas desenvolvidas pela In Bust, sujeito da nossa pesquisa.

Estes encontros me fizeram entender o trabalho proposto pela companhia e fazer um link com as técnicas de Clown do Grupo Palhaços trovadores do qual faço parte. A semelhança está na relação com o publico, no foco, na energia em cena, além do processo de criação das personagens, que sempre partem uma espécie de espinha dorsal que conduz do trabalho do ator e está sempre presente na dramaturgia do grupo mesmo em espetáculos diferentes.

Durante nossos estudos comecei a perceber o quanto o trabalho da In Bust é diferente dos processos de grupos que também utilizam bonecos nas suas dramaturgias, pois geralmente a relação que se estabelece é a do boneco sendo manipulado por um ator manipulador que tenta se neutralizar ao máximo, para garantir a ânima do boneco. Já para a referida companhia a complexidade está no fato do ator manipulador dividir a cena com o boneco sem se anular. Apesar de começar a compreender a dramaturgia do grupo ainda é difícil falar sobre, estou fazendo um apanhado de minhas impressões desde o período da oficina com Paulo Ricardo, em julho. Voltando a ultima semana deste mês, Paulo se ausentou e nos deixou 4 tarefas: 1ª – Assistimos aos vídeos da oficina de julho. 2ª – Reunirmo-nos para conversarmos sobre. 3ª – Criar ou pensarmos em personagens que pudessem estabelecer relação com um boneco e quem seria esse boneco. 4ª – Acompanharmos o blog e escrever sobre nossos encontros.

Durante a viagem do Paulo participei do Seminário de teatro da UFPA fiz a oficina de Metodologia da Pesquisa em arte com Denise prof.ª Orientadora do Doutorado da UFBA. Com ela, vimos a teoria cartesiana de Descartes a qual limita-nos a dualidade: Sim ou não, Corpo- alma, razão ou emoção um ou outro.

Não sei se tem algo haver ou se tudo me leva a pensar no teatro com bonecos. Cheguei a pensar que, o teatro com bonecos é NÃO CARTEISANO, partindo da idéia de que “nem o boneco nem o ator manipulador” deixam de ser mais ou menos importantes, porém um terceiro, no caso os dois. Acho que me fiz entender!!…

Sobre a tarefa deixada por Paulo, não consegui cumprir todas. Vi os vídeos, pensei nos personagens, mas, não consegui escrever nem reunir com meus colegas, só com Michel. Quando falei com ele sobre o personagem, no caso a Pipita, me deu um banho de água fria ao dizer, que para mim seria tranqüilo, não teria muito trabalho, bastaria exercitar e já estaria pronto. Incomodou-me um pouco essa fala porque pra mim seria difícil exercitar a Pipita sem o nariz, pois havia tentado outras vezes sem sucesso. Fiquei arrasada com a observação do Michel. Foi então que pensei na Raimunda do Espetáculo “Égua xiri tem termo”… afinal, o Paulo disse que poderíamos trazer um personagem pronto.

Nos encontros de novembro iniciamos os treinamentos de preparação física do ator manipulador empregando consciência nos movimentos a partir do conhecimento teórico adquirido no mês passado.

O primeiro dia foi muito interessante, desde os alongamentos, aquecimentos aos trabalhos de base e dilatação do corpo, deste ultimo me instigou o exaustivo trabalho, “Um corpo em vida é mais que um corpo que vive. Um corpo em vida dilata a presença do ator e a percepção do espectador… Há alguns atores que atraem o espectador com sua energia elementar que “seduz” sem mediação. Isso ocorre antes que o espectador tenha decifrado ações individuais ou entendido seus significados” Eugênio Barba.

Só agora, comecei a pensar o quanto o treinamento físico e o corpo dilatado são fundamentais ao trabalho do ator manipulador, mesmo para os que buscam a neutralidade o que não é o caso da In Bust. Como espectadora não imaginava que um ator manipulado precisasse de um rígido treinamento físico para dar vida ao boneco.

TREINAMENTO 11/11/09: Alongamentos, formas de andar, paradas com qualidade, equilíbrio, prontidão, controle do corpo, perceber o outro, variações de andar e perceber as tensões físicas.

Dificuldades: Manter a base sem tencionar algo no corpo, executar os comandos que acumulam mais de 5 informações.

Reconheço que tenho dificuldades de coordenação motora o que me deixava tensa durante o treinamento. Comecei a relaxar quando o Paulo sugeriu que curtisse mais os movimentos sem a preocupação com a perfeição, apenas como experimento. Também observou que minha preocupação está relacionada à consciência dos movimentos, disse que já consegue perceber em nos ( Michel, Rodrigo e eu) base e corpo presente.

No segundo momento fizemos jogamos exercitando a mente, raciocínio rápido.

Dificuldades: dar seqüência a lógica do outro, pensar rápido, manter o jogo sem quebrar as regras, jogar sem disputas.

TREINAMENTO 13/11/09: Continuamos o treinamento anterior em níveis mais avançados de dificuldades acrescentando ritmos. No segundo momento Paulo separou alguns bonecos de luvas, pediu que os calçasse e tentássemos imprimir expressões diferentes. Depois, falamos sobre a idéia que temos desse tipo de boneco.

Dificuldades: Ajustar o boneco aos dedos, dar expressão.

PERSONAGENS Raimunda: – Origem: Interior do estado – Idade: 40 a 45 anos – Fala: sotaque regional e errado emprega sentidos errados as palavras. – Corpo: Pernas junteiras, seios caídos, sobrancelhas grossas e descabelada. – Aparência suja – Boca borrada

Suzy Kely / boneco: – Origem: Interior do estado – Idade: 13 anos – Fala: sotaque regional. -Vaidosa. -Corpo: Magrinha e Negra -cabelos: crespos e presos com muitos grampos -Roupas: Blusa de manguinha e saia de preguinhas. -Olhos arregalados e negros A relação das personagens é de mãe e filha.

Anúncios

Responses

  1. Nossa. quanta descobertas bacanas!!!Fazia tempo, confesso, que não vinha por aqui, então fiquei feliz em ver e ler a produção de vcs. Parabéns. Só gostaria de ter visto o resultado, ainda vai ter? Bem, eu tbm estou na expectativa de vivenciar tudo isso, pois terei esta experiência este ano, com Aníbal. Muito bom tudo isso, e sempre é um prazer está em contato com este grupo. Bjs a vcs.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: